quarta-feira, julho 29, 2009

Saudade

"Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido."


Pablo Neruda


Sempre fui contra me expressar através de palavras que não as minhas próprias, mas quando elas vêm da simplicidade daquele poeta apaixonante com cara de bonachão (assim como todos os chilenos) que me encantou no início da juventude, vale a pena se entregar. Acho que até Martha Medeiros com o seu "Despedida", ou Arnaldo Jabor que seja, valem. No final, todos sabemos como é verdade.

Nenhum comentário: