Entre sem bater

Esta é a casa cheia de Pâmela e de tudo que faz seu mundo girar. Cheia de apelo e saudade pendurados pelos cantos mofados, salpicados nas entrelinhas. Aqui nada é roubado ou  parafraseado. Escrevo para lembrar a mim mesma de quem fui. Logo se escrevo é porque vivo. Então leiam, e sintam-se livres para encontrarem a si mesmos dentro de alguma verdade comum. Pois no final sempre existem mais coisas que unem que aquelas que separam.

Nenhum comentário: