domingo, dezembro 21, 2008

Don't you ever kiss me goodbye, sucker!



Despedidas são sempre odiosas, ainda mais quando é você quem está partindo para longe de tudo que se construiu (ou melhor: "que se está construindo"). E entre essa função de preocupação com milhares de coisas aliada ao meu stress emocional, não sobra saco pra arrumar as malas e reaver tudo que vai ser deixado pra trás neste "meio" tempo. As palavras já nem fluem mais como deveriam e eu procuro me ater em algo que me mantenha longe de todo esse teenage drama por pelo menos algumas horinhas.

Espero que em termos de família, esta viagem seja proveitosa, mas nada vai compensar a dor sincera de saudades.... da pele, do cheiro, do carinho, da voz, do sexo, das conversas sem nexo, das atitudes com menos ainda... da vida, minha vida, com ele.

Tudo vai ficar bem.

2 comentários:

Pequena. disse...

Se eu fosse famosa...

Martina Viegas disse...

Fica tranquilex, amiga...
O tempo passa rápido e logo tu vais estar ao lado de quem ama novamente.

=)