sexta-feira, junho 12, 2009

Um estranho no ninho


(Rosito Chiquito Juanito Chihuahua, não, Pinscher! no colinho bom de Me)

("Rídiculo", como o pai disse)

Muttylein ligou-me semana passada contando da "boa" nova. Em Brasilia (pra não dizer Luziania), temos dois cuscos: O Cid, netinho da nossa amada e para sempre Bianca, e a Agatha, filha cega e bastarda de mãe vira lata que adotamos (minha preferida). Pois bem... Mutty notou que a vizinha tinha um cusquinho muito bonitinho, mas que com o tempo se tornou vítima de negligências da dona e quando começou a ser visto por dias a fio na rua , sem ser corretamente alimentado e perdendo peso, não teve outra. Nós, como os bons amantes de cuscos que somos, decidimos adotá-lo, para o desgosto do pai que ainda sonha com um labrador ou um dogue alemão. Só pude rir. Agora está feito o carreto. Mais um pinscher feliz no mundo e uma Pâme toda loquinha pra apertar aquele fucinho desprovido de bochechas!