segunda-feira, junho 28, 2010

whatever-fucking-'ite'

Eu me encolho, levanto, me atiro, fecho os olhos e penso na coisa mais feliz do mundo, choro, me atiro de novo, arranco os cabelos e profiro meus melhores palavrões tentando abstrair essa dor horrível... e em menos de duas horas tenho que ir pra aula, enquanto meu pobre estômago se dissolve. Beleza.

Se sobreviver a isso, providenciarei minha canonização.

Nenhum comentário: