segunda-feira, setembro 13, 2010

One last good bye

Não vou me forçar a nada. Tudo aqui já me parece tão longe. Sem cheiro, sem sabor.

Preciso de chão novo, de experiências novas, preciso de uma casa nova e bem grande pra esse mundo desconhecido dentro de mim.

Nenhum comentário: