terça-feira, março 08, 2016

Um brinde à interminável busca

Não devemos pensar que o empoderamento feminino da-se apenas nas conquistas e superações usando os homens como medida de comparação. Não devemos medir as mulheres de acordo com os contingentes históricos e a cultura que se desenvolve tendenciosamente de acordo com valores que raramente levam em conta estas preocupações. A energia feminina é poderosa e complementar, necessária para o equilíbrio da humanidade. A essa força que designamos 'feminina', não compete apenas às mulheres biológicas, ela existe em todas as pessoas, com maior ou menor intensidade. O poder da mulher não está na sua sexualidade, não está na sua indumentária, não está no seu gênero. E é por isso que todos nós, independente de nossas diferenças, devemos lutar para conscientizar a todos da importância dela, de forma a restabelecer o equilíbrio desta energia no mundo.

Está mais que na hora de sairmos desse raciocínio bidimensional sobre a humanidade.

Nenhum comentário: