segunda-feira, fevereiro 23, 2009

The selfish day: 1

O que eu quiser, sem cautela, sem parsimonia, medo ou receio... tão somente meu, ele, entregue ao bel prazer de uma mente venusiana cheia de malícias.

Nenhum comentário: