domingo, junho 28, 2009



O coração bombeia um sangue grosso, espesso. Nada dentro de mim funciona mais como deveria. Sinto como se milhares de pequenos amonites rastejassem dentro de minhas veias. Não era pra ser assim. Não era.