terça-feira, junho 08, 2010

Maldito nepotismo artístico.

O livro que tenho que ler para a próxima semana abre com a pergunta:
"Quem tem medo de arte contemporânea?"
E eu inevitavelmente respondo:
"Quem tem a mínima noção para saber que riscos gigantes escorridos não são ARTE!"

Sim, eu tenho RAIVA MOR de artistas como essa Elizabeth Jobim. Se bem que, sendo filha do Tom Jobin (que eu adoro), pode escarrar fumo num prato e vender que vai ganhar dinheiro.

Hoje dormirei com ódio em meu coração.

2 comentários:

Drug disse...

O melhor é nem dar muita bola pra não desenvolver uma bela úlcera...
úlcera maldita, como essa coisa de "conceitual" que se instaurou na arte, e só faz doer e doer em quem tem a mínima noção de crítica estética.
Se não tem capacidade de fazer ARTE VISUAL, tátil, apreciável e concreta, que pege suas palavrinhas e discursinhos furados e vá escrever um livro!

Pâmela Martini disse...

Apoiado companheiro!