domingo, março 25, 2012

23 + 1 anos (como se não fosse assumida)


23 de março. Minha mãe entrou no quarto pra perguntar pela Muriel e a última coisa de que me lembro foi engolir meio tubo de espuma em lata e sair correndo atirando pra tudo quanto é lado, logo depois de roubar o maldito da mão dela. Aí apareceu outro tubo, e a casa virou Kopenhagen, e a Pâmela virou um carnaval, e a casa a rua. Então meu ritual de passagem foi concluído. E o face me deu 349 parabéns que esqueci de responder. E a noite me trouxe as veleidades de um ressesso da abstinência, chocolate, conhaque, cerveja, coelhos, banheiros, piscina, e um cara legal/chato dando em cima da minha irmã, e um enfim.

Nenhum comentário: