terça-feira, janeiro 27, 2009

Me and the ocean...


Extremly need of atention Mode: [On] [Off]

2 comentários:

amizades, flores, fotos, palavras, sentimentos sinceros(ao menos tento). disse...

The Ocean and me
nada está fora...


Era tarde demais
mas ainda tinha um solzinho
Era triste
mas com certa elegancia e dignidade
Era muita coisa de uma só vez
e assim me definia
Era lindo, não escondia
as falhas e as verdades
Era vivo, até no silêncio de palavras
que dormiam entre os dedos e os olhos
Era um sentimento contido que doia
E se não doesse, não seria nada
Era aquele rosto que não saia da cabeça
e nem a cabeça saia do rosto
Era o sorriso, o vestido
vermelho como a boca
Era a necessidade de saber
mesmo que nunca bastasse e tudo fosse simulacro
Era uma vontade de se fazer presente
Embora isso sempre significasse uma ausencia a ser vencida
Era um sonho não correspondido
como a vida que nunca é eterna demais
Era a solidão
numa multidão de cabeças com braços
Era o amor incondicional
com certas resalvas
Era a cor das unhas
transparentes e curtas demais
Era a desilusão
no meio de um imperio de desejos sombras que brincavam
Era a sutileza do olhar
no toque de um poema etério
Era a saudade
aqui do meu lado
Vencida pelo tempo... finalmente.
Cresci enquanto o relogio parou porque pensave... continuamente...
continua mente
com tua mente
mente

Pequena. disse...

^^ de certa forma é bonito saber como interpretas o texto...

mas as vezes as entrelinhas não são tão simples de se entender... e é melhor deixa-las quietinhas... pra não machucar mais o que tudo isso tenta esconder

simples assim